27 de junho de 2008

Mentiras no Divã

Essa semana comecei a ler o livro “Mentiras no Divã” do Irvin D. Yalom.

O livro fala sobre as virtudes e os princípios da terapia.

Nele é dissecada a complexidade das emoções humanas através do relacionamento de três terapeutas e seus pacientes.

É um livro interessantíssimo e deve ser lido até por quem não é da área porque trata de sentimentos muito fortes, de uma maneira clara e que prende o leitor.

Estou bem no início, mas o caso que estou lendo é muito curioso e nele a mulher fala assim: “Sinto-me morta e me machuco pra saber que estou viva. Sinto-me morta e devo assumir riscos perigosos para me sentir viva. Sinto-me vazia e tento de encher de drogas, comida, sêmen. Mas estes consertos têm vida curta. Acabo me sentindo envergonhada e ainda mais morta e vazia”.

Vocês conhecem alguém assim? Alguém que está tão desesperadamente sozinho e que tenta preencher a sua vida com coisas que o fará mais solitário? Coisas que são só um paliativo pra tristeza que é ter que lidar consigo mesmo?

O livro tem ainda outros casos mas este é o primeiro e sem dúvida vocês vão enxergar um vizinho, um(a) amigo(a), um parente ou a si próprios e vão entender o título "Mentiras no Divã". Na verdade a gente mente pra quem quando mente pro outro?

Portanto, se vocês gostam de uma boa leitura vale a pena dar uma olhada nesse livro e também nas outras obras do autor.

Nenhum comentário: