24 de junho de 2008

Precisamos de óculos?!

Não sei se vocês acompanham esse "mundinho" de celebridades.

Acho que estou sendo preconceituosa e mesmo que não acompanhemos e não sintamos necessidade de seguir tudo que nos é dito (porque aparece cada coisa!), acabamos lendo uma coisa ali e ali.

Hoje tava navegando à toa e li num desses sites que falam de tudo um pouco, que a atriz Siena Miller (modelo, socialite inglesa e atriz famosa por filmes como Alfie, Casanova, Factory Girl, Stardust,entre outros) está se achando acima do peso.

Gente!!! A mulher é linda!! Até considerada magra demais para alguns. O lance é o seguinte: quando é que esses padrões loucos de beleza vão mudar? Ou melhor, quando é que vamos aceitar que são milhões de pessoas no mundo e que é impossível que todas sejam iguais?

Ontem também foi o último dia da SPFW e teve de tudo lá, inclusive uma polêmica envolvendo a modelo tcheca Karolina Kurkova que apresentou suas celulites para os brasileiros. Como se isso fosse uma coisa que da qual ninguém nunca ouviu falar.

Ta bom, ela é modelo e deveria não ter essas coisas que só as simples mortais poderiam ter mas gente, coitada dela! Dêem uma olhada na foto e me digam se isso é motivo pra sair em todos os jornais esculachando a pobre da moça?

Para os padrões de uma modelo ela está sim um pouco fora, mas a gente precisa pegar pesado desse jeito? Será que uma celulite vai determinar quem você é de verdade? Aí surgem as enquetes perguntando aos famosos, homens, se eles se preocupam com isso, se isso os faria terminar um namoro.

Queridos meninos, se vocês responderam sim é porque são aquele tipo de homem que gosta de sair com mulher pra impressionar outro homem.

As coisas são muito mais além. Também não to falando pra vocês “pegarem” qualquer coisa que vêem por aí. Afinal de contas acordar e dar de cara com uma coisa horrorosa vai te fazer ficar de mal humor o dia inteiro. Só to falando que a gente não precisa levar tudo muito a sério e que o que é bonito pra mim pode não ser pra você.

Portanto, levem a vida e a si mesmos de modo menos sério e deixem pra se preocupar com o que realmente vale a pena.

Nenhum comentário: