2 de julho de 2008

Na verdade nada esconde essa minha timidez

- Olha a cobrinha fanfarrona / Ela vai te pegar / Olha a cobrinha fanfarrona / Ela vai te pegar...
- Chegou o arauto das earworms, ou melhor: ohrwurm.
- O que é isso?
- São essas músicas pegajosas...
- Eu sei! Estou falando do alemão.
- Ah, tá. Alemão dá um toque erudito. Termos em inglês são coisas de arquitetos Java.
- É verdade. Aqui, imita o Caetano Veloso aí.
- Hã? Eu não sei imitar o Caetano Veloso não.
- Sabe sim. A Fernanda me contou. Ela falou que você imita tão bem, que ela consegue imaginar o Caetano Veloso ao lado dela quando fecha os olhos.
- Ela é exagerada. Uma vez ela falou que eu entendia tudo de vampiros e coisa e tal. Segundo ela eu era um expert no assunto, praticamente um Bram Stoker ou Anne Rice.
- Não muda de assunto não! Imita o Caetano Veloso aí, Van Helsing.
- Minha voz está ruim hoje.
- Só se ficou ruim agora.
- É o ar condicionado.
- Imita aí, pô!
- Virei o bobo da corte agora? Imita isso, imita aquilo... Sem chance!
- Uma frase, pelo menos.
- Não.
- Por quê?
- Estou com vergonha.

Um comentário:

Daniel disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAHa
Muito bom, é verdade imita o Caetano e parece muito, até o jeito.