14 de fevereiro de 2009

Cada um no seu quadrado

Uma coisa que me irrita profundamente é gente que acha que sabe de alguma coisa, e você vê que não ela não sabe nada.

Outro dia fui levar umas coisas à costureira e, quando cheguei, ela comentava de uma amiga que está passando por problemas sérios.

No seu relato ela dizia que estava dando muitos conselhos para a amiga, e que dizia tudo o que a mesma deveria fazer diante da situação. Disse também que sabia disso porque era muito vivida, e que ela era uma espécie de psicóloga, que sempre gostou de dar conselhos para as pessoas.

Aí meu sangue ferveu. Psicólogo não dá conselho. A nossa função é apontar os caminhos, e ajudar o sujeito nesse processo de "cura".

Não é numa simples conversa num fim de tarde que você vai poder ajudar alguém que está com problemas. Uma análise ou uma terapia levam anos para serem concluídas, porque são muitas as questões a serem levantadas com o sujeito. Não é de um dia pro outro, com frases de efeito, que se consegue resolver uma questão que remete a tantas situações da vida, como era o caso dessa moça.

É evidente que existem problemas e problemas. Uns serão mais fáceis de solucionar, enquanto outros serão mais demorados, porque quem irá solucioná-los é o sujeito analisando. Para isso, temos que contar com uma série de elementos seus, como a negação e a resistência, o que facilita ou não sua melhora.

Falei então pra costureira que ela estava enganada quanto a função de um psicólogo, mas ela insistiu, falando que sabia exatamente do que se tratava. Tentei argumentar mais vezes, mas percebi que não ia adiantar, porque seu interesse era mostrar, na verdade, o quanto ela era bondosa e o quanto se preocupava com os outros. Percebi que ela não ia me ouvir mesmo e, portanto, deixei minha blusa lá e fui embora.

Antes de sair, falei que era pra ela costurar direitinho, porque eu já tinha dado muitos pontinhos de agulha em camisas velhas, o que fazia de mim, portanto, uma exímia costureira, que ia ver se o trabalho foi bem feito ou não.

Nenhum comentário: