17 de março de 2009

Time is on my side

Jordano é um cara obsessivo. Das suas muitas obsessões, a que mais se destaca no momento é a obsessão pela pontualidade, pois além de não se atrasar para qualquer compromisso, Jordano passou a odiar aqueles que o fazem.

Há alguns dias Jordano tinha um horário marcado no dentista, quando foi pego de surpresa com uma reunião repentina convocada pelo seu chefe:

- Pessoal, podemos fazer uma reunião rapidinha?
- Eu preciso sair mais cedo, lembra? Tenho dentista.
- Vai ser coisa rápida, Jordano.
- Mas...
- É rápido, Jordano.

"Filho da puta! Custava marcar essa reunião com antecedência? Ficou enrolando o dia inteiro, pra convocar uma reunião logo agora quando eu tenho que sair! Odeio gente desorganizada!" - pensou Jordano.

A reunião acabou exatamente 4 minutos após o horário que Jordano havia estabelecido para sair do serviço e ir ao dentista. Deixou a sala de reunião apressado, largando para trás o seu guarda-chuva. Chegando à calçada, notou que alguns pingos de chuva começavam a cair, mas, segundo seus cálculos, não teria tempo para voltar e pegar o guarda-chuva. Além disso, "não deve chover agora", imaginou.

Caminhou rapidamente em direção ao ponto de ônibus. Como só chove quando alguém sai de casa sem guarda-chuva, na metade do caminho a chuva começou a apertar. Xingou seu chefe, que o fez atrasar, e dirigiu-se para debaixo de uma marquise, para se proteger da chuva.

Andando apressadamente, quase teve seu olho perfurado pelo guarda-chuva de um rapaz que estava sob a marquise. Tentou entender o porquê das pessoas aglomerem-se embaixo das marquises com seus guarda-chuvas abertos, mas desistiu, pois a todo momento tinha que se desviar de sombrinhas e afins.

Bastante molhado pela chuva, pois não havia como caminhar rapidamente sob as marquises, dada a grande quantidade de pessoas que se amontoava embaixo delas, pegou um caminho "maior, mas mais seco", por dentro de uma galeria. Tentou andar rápido pelos corredores, mas a todo o momento se deparava com pequenos grupos que caminhavam lentamente - quando não paravam - à frente de vitrines, atrapalhando sua passagem. Amaldiçoou todos os lojistas do mundo, assim como amaldiçoou o "este mundo consumista", mas finalmente chegou ao ponto de ônibus, com 12 minutos e 37 segundos de atraso, a tempo de se ver perdendo o ônibus que deveria tomar. Xingou novamente seu chefe e todos que o fizeram se atrasar, incluindo aí o motorista do ônibus, que "se adiantou em 3 minutos!"

A chuva passou, assim como o seu ônibus. Pensou em reclamar da "falta de pontualidade do brasileiro" com o motorista, mas lembrou que deveria conversar com este "apenas o necessário".

Chegou finalmente ao consultório do dentista, completamente molhado de chuva e suor, e o pior: revoltado com seu atraso, pois chegara quase 3 minutos antes do horário marcado, o que para ele "era inadmissível":

- Boa tarde, Camila.
- Boa tarde, Jordano. Nossa, você está todo molhado! Tomou chuva?

"Não, sua imbecil! Passei no lava-jato pra dar uma geral!" - pensou Jordano, que então respondeu:

- Pois é... A chuva me pegou de surpresa.
- Imaginei. O que você está fazendo aqui hoje, Jordano?
- Eu tenho uma consulta com o Dr. Trajano agora, uai! Estava marcado às 18:00 hs.
- Mas o Dr. Trajano não veio hoje.
- Não?
- Não. Deixe-me ver a agenda dele. Olha só, Jordano, sua consulta está marcada para a próxima semana, está vendo?
- É... Estou.
- Posso confirmar com você de uma vez?
- Pode, pode sim. Se aparecer algum imprevisto, tipo uma reunião de última hora, eu te aviso.
- Então tá.
- Ok. Então... Tchau!
- Até mais!

Um comentário:

Daniel disse...

Até q enfim voltou a postar.
Gostei muito. Principalmente da "Mary Poppins anã".