19 de agosto de 2010

Delivery

- Hospital Santa Casa, boa tarde.
- Boa tarde. Com quem eu falo?
- Jéssica.
- Boa tarde, Jéssica. Eu gostaria de pedir uma pizza.
- Hã?
- Eu gostaria de pedir uma pizza.
- ...
- Você pode anotar o meu pedido?
- Senhor, isso aqui é um hospital.
- E?
- Bom, senhor... Nós não fazemos entrega de pizza aqui.
- Como não?
- Como eu já disse, aqui é o hospital Santa Casa, e não uma pizzaria.
- Me responde uma coisa, por favor.
- Pois não.
- Os pacientes internados aí no hospital morrem de fome?
- Claro que não!
- Então eu posso concluir que vocês são os responsáveis por alimentá-los, correto?
- Correto.
- Então eu quero pedir uma pizza.
- ...
- Vocês fazem pizza de dois sabores?
- Senhor...
- Eu acho que vou querer só de lombo canadense.
- Senhor, eu já lhe disse que aqui não é uma pizzaria.
- Você está anotando o meu pedido?
- Claro que não, meu senhor.
- Por quê?
- Porque o senhor ligou para um hospital.
- Eu gostaria de falar com o seu chefe, então.
- Só um instante...

Poucos instantes depois...

- Pois não.
- Com quem eu falo?
- Shirley.
- Boa tarde, Shirley. Eu gostaria de registrar uma reclamação.
- Pode falar, senhor...
- Wanderley.
- O que o senhor gostaria de reportar, senhor Wanderley?
- Eu liguei para pedir uma pizza, e a moça que me atendeu não quis anotar o meu pedido!
- Bom, senhor Wanderley, nós não costumamos servir pizza aos pacientes.
- Paciente?
- Sim.
- É claro que eu estou sendo paciente. Muito paciente, inclusive!
- Senhor, sejamos objetivos: nós não temos pizza aqui.
- Não?
- Não.
- Então eu vou querer pedir um sanduíche. O X-Tudo de vocês vem com o quê?

Nenhum comentário: