7 de fevereiro de 2011

Descobrindo BH - La Crepe

Descobrindo BH - La Crepe

A primeira vez que fomos ao La Crepe foi há uns dois anos atrás, no aniversário do Dani. O Gu, que não gosta de crepe, torceu o nariz, mas acabou indo, provando e gostando. É como eu sempre falo: não adianta falar que não gosta, se não provou, não é?

Mas vamos falar do La Crepe, que é o objetivo desse post: a creperia fica em Santa Tereza, longe dos núcleos boêmios do bairro. A casa possui dois salões à meia luz, decorados com fotos antigas e pinturas de artistas do bairro, o que dá um ar mais alternativo (e até meio extravagante) ao ambiente. As mesas também são decoradas com velas, criando uma atmosfera mais charmosa, só que desta vez estavam todas apagadas, provavelmente em função do calor. O que quebra um pouco o clima charmoso de restaurante do interior, entretanto, são as mesas apinhadas na calçada.

Descobrindo BH - La Crepe

O ponto forte da casa são os crepes. O cardápio traz 29 opções de crepes salgados e 5 opções de crepes doces, todos com nomes inspirados em cidades mineiras. A massa é fininha e crocante, e o recheio é bem farto. Um crepe grande serve tranquilo duas pessoas normais, e ainda deixa espaço para o Itabira, um maravilhoso crepe recheado de Nutella, marshmellow, banana e castanha de caju. É uma bomba calórica, mas vale a pena.

O atendimento é mediano. Os garçons são eficientes, mas não são do tipo atenciosos, daqueles que estão sempre disponíveis e encantam os clientes. Em outras palavras: não é ruim, mas também não é bom. O que é ruim mesmo é o fato de não aceitarem cartão de débito/crédito. Hoje em dia ninguém anda com dinheiro na carteira, e é meio anacrônico exigir isso de um cliente.

Para quem quiser saborear crepes deliciosos, crocantes e bem recheados, recomendamos o La Crepe. Só não esqueçam de passar antes num caixa eletrônico.

Serviço:

Um comentário:

Paulo carneiro disse...

Ja fui no Lá Crepe, e minha impressao foi a mesma, pouca atenção, cerveja nao muito gelada e o pior mesmo e nao aceitar cartões. Mas uma dica vão no inverno e muito mais gostoso.