19 de dezembro de 2011

Descobrindo BH - Restaurante Maurizio Gallo


Nós que moramos em Minas Gerais às vezes não percebemos a sorte de termos nascido aqui. O estado é lindo, com uma gente sempre muito receptiva e rica do ponto de vista cultural e gastronômico, é claro. Quem vem pra cá sempre quer voltar e, como já dizia a música, não esquece jamais...

Pois bem, o lugar de hoje teve início porque seu dono, um italiano da cidade de Roma, se apaixonou por BH e pela sua riqueza gastronômica. Maurizio Gallo, como todo bom italiano, aprendeu a cozinhar com a mamma e com a nonna, e sempre gostou de cozinhar para os amigos. Quando veio para BH, não fez diferente. Sempre cozinhando e conquistando mais amigos, abriu o Restaurante Maurizio Gallo.

E lá fomos nós num sábado (mais uma vez) chuvoso, conhecer o restaurante...

Apesar de termos reservado uma mesa, chegamos cedo, quando o restaurante ainda contava com poucas pessoas. Aqui vai uma dica: façam reserva porque o restaurante é pequeno e fica completamente cheio. É uma mesa vagar, que logo chega um novo cliente.


Quando chegamos fomos atendidos pelo simpático Sr. Custódio, um garçom que parece estar na casa há muito tempo e que gosta do que faz. É muito atencioso e te dá sugestões sem forçar a barra.

Enquanto isso o próprio Maurizio ficava no salão, conversando com os clientes, atendendo, retirando os pratos e perguntando se estava tudo bem... É aquela simpatia italiana que tanto se parece com a nossa. Talvez seja por isso eu goste tanto da Itália! A casa, inclusive, ganhou este ano o prêmio Ospitalità Italiana, concedido aos melhores restaurantes italianos do Brasil. Realmente mereceu!

Pedimos nossas bebidas e o Antipasto: bruschetta com tomate picado e ervas finas, bruschetta com pesto de tomate seco, brusqueta com pesto de manjericão, salaminho italiano e fatias de ricota defumada apimentada, com azeite e orégano. Muito saboroso!


Depois de um tempinho pedimos o prato principal. O Gu estava muito interessando em experimentar a Lasanha Bolonhesa e, embora tenha ficado na dúvida quando viu a variedade de coisas, resolveu investir na primeira escolha mesmo. Eu escolhi um Filé Mignon à Parmegiana, acompanhado de Fettuccine Caseiro. O molho que escolhi para a massa foi o delicioso Matriciana: molho de tomate pelado italiano com bacon defumado.

Demorou um pouco para ficar pronto porque a casa estava bem cheia, mas quando chegou nos deliciamos. O Gu disse que foi a melhor lasanha que ele já comeu e eu também adorei o meu prato. Só teve um problema: em vez do Filé à Parmegiana que eu pedi veio o Filé ao Pesto, mas estava tão bom que eu nem falei nada! Inclusive o Gu, que normalmente não come nada que leve manjericão, adorou e dividiu a carne comigo.

De sobremesa pedimos o Salame de Chocolate com Sorvete. Como a sobremesa é feita com chocolate amargo, eu não apreciei tanto quanto gostaria, mas o Gu adorou a mistura do chocolate amargo com o sorvete de creme, e comeu a minha e a dele!


Uma coisa interessante do restaurante é que eles também trabalham com delivery e pratos congelados. Vimos um monte de gente entrar para comprar os congelados e também pessoas deixando (ou devolvendo, não sei) travessas de vidro.

Outra coisa bacana é que o Maurizio ministra um curso de gastronomia italiana lá no restaurante. Quem quiser participar deve ligar (ou ir lá) e deixar seu nome para a próxima turma. Por fim o Maurizio promove um evento chamado Cena Italiana: um jantar feito pelo próprio chef ao som de música italiana e muita diversão. A última edição ocorreu no dia 25 de novembro, mas com certeza em 2012 tem mais.

Tudo esteve excelente em nossa ida ao Restaurante Maurizio Gallo e com certeza vamos voltar lá outras vezes. Na próxima eu quero experimentar a lasanha que o Gu gostou tanto e se você, como nós, gosta de comida italiana ou quer se sentir mais perto da Itália, dê uma passadinha lá e buon appetito!

Serviço:

Um comentário:

Fabiano G. Souza disse...

Realmente é uma boa opção, pena que o lugar não é maior. O preço poderia ser algo melhor, mas vale a visita gastronomica.