21 de março de 2012

Descobrindo Tiradentes - Atrás da Matriz


Começo agora a falar um pouquinho da nossa aventura gastronômica pela maravilhosa cidade de Tiradentes. Algumas fotos vocês já conferiram, então vou tentar passar para vocês a delícia que foi aquele final de semana...

Para começar, quem deu a idéia da viagem foi o Gui. Aceitamos na hora, já que era um sonho meu conhecer Tiradentes. Nunca havia estado lá e estava ansiosa para conhecer a cidade, que é tida como uma das mais bonitas de Minas Gerais.

Saímos bem cedo e estávamos super empolgados. A estrada estava boa, o céu azul e a trilha sonora nota 10.


Demoramos um pouco para chegar em Tiradentes, já que antes passamos em Lagoa Dourada para comer o famoso rocambole de doce de leite, por São Brás do Suaçuí, cidade que eu visitei bastante em minha adolescência, e Resende Costa, famosa por seu artesanato, né Karla?!!!

Chegamos em Tiradentes na hora do almoço, mas antes fomos bater perna. A cidade estava vazia e nosso passeio foi permeado por paradas para entrar nas dezenas de lojas em cada rua, e paradas para vislumbrar a maravilha que é o lugar, pois Tiradentes é de tirar o fôlego. Para onde você olha as montanhas estão lá, cercando a cidade. É um visual lindo!

Depois de andar um pouco, resolvemos parar para almoçar, e o local escolhido foi o restaurante Atrás da Matriz, indicado pela Karla e pelo Gui. O nome, é claro, tem a ver com o fato do restaurante ficar atrás da Matriz de Santo Antônio.


O restaurante está localizado numa área estratégica e, em sua área externa, que conta com um jardim lindo, o que traz um charme a mais para o local, você tem uma vista linda. O visual é maravilhoso, mas nos sentamos na parte de dentro, a uma mesa perto da janela, pois o sol estava muito forte e o calor demais.

Pois bem, devidamente acomodados pedimos nossas bebidas e uma entrada, um antepasto, composto por uma cesta de pães variados, acompanhada de pastas de beringela e bacalhau, azeitonas e manteiga. Estava delicioso. Os pães também fizeram sucesso, tanto que perguntamos se a casa não os comercializava.

Papo vai, papo vem, fomos pedir nossos pratos. A Karla não estava comendo carne e optou pelo espaguete ao sugo. O Gui escolheu um penne com lascas de bacalhau e azeitonas, que estava com uma cara ótima. Eu fui de fusilli com salmão, alho-poró e azeitonas, e o Gu, surpreendentemente, escolheu um frango grelhado com salada verde. Eu achei que tinham abduzido o Gu e trocado por outro, já que ver ele comendo salada é mais difícil do que ver o Cometa Halley!


Todos adoramos nossos pratos, mas eu e o Gui ficamos mais satisfeitos. A Karla disse que o dela estava muito gostoso, mas que não tinha nada demais, já que espaguete ao sugo é um prato sem grandes surpresas. O Gu disse que a comida estava boa, mas que veio muita salada. Na verdade, ele pediu o prato errado. Queria comer uma coisa mais leve, mas a escolha não foi muito boa. O Gui disse que o prato dele estava delicioso, com a massa al dente e o molho muito bem temperado. Eu também amei meu prato. Muito saboroso, o salmão com o alho-poró estava estupendo!

Ficamos mais um tempo no restaurante e fomos embora sem provar a sobremesa, certos de que voltaremos um dia!

Saímos de lá rumo a outros lugares da cidade. O calor estava forte e tínhamos acabado de almoçar, mas nada de descanso. Queríamos aproveitar tudo e foi isso que fizemos, tanto que só voltamos para a pousada à noite! Mas depois eu conto o resto...

Serviço:

Um comentário:

Guilherme Rocha disse...

Nossa!! Esse final de semana foi show mesmo! Pena que foram só dois dias pois a cidade merecia pelo menos 3 dias inteiros para curtir tudo! Quem sabe numa próxima oportunidade não é!? #ficadica :)

Abs,
Gui