25 de junho de 2013

Descobrindo Paris - Disneyland Paris

Casal Geek Eurotour 2013 - Descobrindo Paris - Disneyland Paris
Ainda me lembro de quando nossa viagem já estava quase toda programada, quando o Gu chegou e disse que os planos haviam mudado. Minha primeira reação foi achar que ele tinha desistido, e comecei a bolar mil coisas para convencê-lo do contrário quando ouvi a palavra Paris. Neste momento tudo parou, e eu confesso que nem prestei mais atenção em nada. Depois fiquei sabendo que o motivo da mudança foi a réplica de uma X-Wing na Disneyland Paris, mas isso não interessava, pois nós íamos para a cidade luz!

Nos nossos planos deixamos a visita à Disneyland Paris para o último dia, uma segunda-feira. Optamos por comprar os ingressos lá mesmo em Paris, mas eles podem ser encontrados em muitas agências de turismo aqui no Brasil ou no próprio site do parque. Uma única correção (e dica) é que o site falava que no Carrousel du Louvre havia um ponto de venda, mas nós não conseguimos encontrá-lo. Perguntei para algumas pessoas e ninguém sabia de nada.

Aproveitando a passagem pela Champs-Élysées, fomos à Disney Store para comprar os ingressos mas eles estavam esgotados. No entanto, um funcionário bem atencioso me disse que na Fnac havia um ponto de venda, e isso foi a melhor coisa que poderia ter acontecido, pois lá os ingressos saíram pela metade do que iríamos pagar se tivéssemos comprado pelo site ou na portaria do parque.

Disneyland Paris
Chegamos à Disneyland Paris por volta das 9h45, e os portões abriram pontualmente às 10h00. Para chegar lá é fácil: basta pegar o RER A e descer na estação Marne-la-Vallée - Chessy. A viagem dura aproximadamente 45 minutos, e os trens funcionam diariamente das 5h30 até a meia noite.

O parque ocupa uma área de dois mil hectares (cerca de 1/5 do tamanho de Paris), e é lindo! Cada detalhe é minuciosamente pensado para dar a sensação de que você está em outro mundo, e é tanta coisa para ver que você tem que parar a todo momento para prestar atenção. Só que primeiro era necessário matar a curiosidade do Gu, e fomos direto para a Discoveryland para uma "volta" no Star Tours, um simulador de vôo inaugurado em 1987 com o auxílio do próprio George Lucas.

Na fila da atração quem nos recebe é o C-3PO, e a viagem nos leva para um passeio pela Lua de Endor. No trajeto um desvio acaba nos colocando no meio da batalha de Yavin e o resultado é de tirar o fôlego! São 7 minutos de muita ação, que só não repetimos porque a fila estava gigante e ainda havia o resto do parque para conhecer.

Disneyland Paris - Star Tours
Antes de viajarmos ouvi algumas pessoas falarem que, diferente do parque de Orlando, os funcionários da Disneyland Paris não eram muito simpáticos e receptivos, mas não vi uma cara fechada. Simpatia e educação são uma marca do povo francês, embora as pessoas insistam em dizer o contrário.

Como fomos numa época em que a Disneyland Paris comemora 20 anos de existência, a parada do final da tarde foi especial, uma coisa linda de ser ver. Com os personagens da Disney desfilando ali na nossa frente eu voltei a ser criança. Amei cada detalhe!

Disneyland Paris - Magic Everywhere
A tarde estava esfriando mas não queríamos ir embora, pois à noite ainda aconteceria o grand finale, o show noturno de projeções e efeitos especiais, o Disney Dreams. Claro que não iríamos perder, mas nesse dia sentimos bem o inverno europeu. O frio estava de lascar e não tínhamos mais nada para fazer. Sentamos então num banco do lado de fora de um restaurante, e ficamos lá sentados feito dois mendigos, esperando dar a hora de começar o show.

Depois de dar muita risada com o Gu, num início de noite em que as horas não passavam, chegou o grande momento e valeu a pena a espera, pois o show é deslumbrante. São vários minutos de beleza e no final os fogos de artifício encerraram um dia mágico. Já havia visto vídeos com esse show, mas nada se compara ao espetáculo ao vivo. Pulei feito criança e guardei no meu coração cada momento desse dia, que com certeza foi um dos melhores da minha vida!

Obrigada X-Wing!

- Ouvindo: Magic Everywhere

5 comentários:

Fabiano G. Souza (Nerdmor.com) disse...

Poxa, Gustavo, conta mais como é ver esse X-Wing de perto! :)

Gustavo Coelho disse...

Uai, é bem bacana, bastante detalhada e eu não casava de tirar fotos dela. Seria ainda mais bacana se ela não ficasse meio isolada pela altura, e desse para ver o cockpit e coisa e tal.


De qualquer forma, a "volta" no brinquedo é que valeu a pena, pois saí dele meio retardado, de tão divertido que foi. Pena que durou pouco ;-)

Fabiano G. Souza (Nerdmor.com) disse...

Pela foto não dá para ver os detalhes, melhor se desse para entrar dentro. :) Esse brinquedo deve ser muito legal mesmo!

Gustavo Coelho disse...

Por ser uma X-Wing "novinha", não tem nada para ver além do que um fã já tenha visto nos filmes. O grande barato mesmo é o fato de estar em escala 1:1 :-)

Fabiano G. Souza (Nerdmor.com) disse...

Realmente é gigante.