11 de maio de 2015

Descobrindo BH - Sì, abbiamo il gelato

Outono é uma época bacana em Belo Horizonte, de céu quase sempre azul e um tempo meio frio e agradável, que convida a passeios pela cidade. O clima combina bem com o tradicional pão de queijo, mas se o assunto é doce, um gelato cai muito bem.

Antes de mais nada, vale lembrar: gelato é sorvete, mas nem todo sorvete é gelato. A diferença fica por conta do modo de preparo e, é claro, dos ingredientes. O sorvete tradicional leva água, e água congela. Para evitar a formação de grandes cristais de gelo, açúcar e gordura – creme de leite, por exemplo – são acrescentados à mistura.

O gelato tradicional, por levar leite em vez de água, necessita de uma quantidade menor de creme e, portanto, possui um percentual menor de gordura. Além disso, não precisa de artifícios como a adição de açúcar, para diminuir o tamanho dos cristais de gelo, e pode ser mantido a temperaturas maiores. Isso, aliado à menor quantidade de ar injetado pela baixa velocidade com a qual são batidos, garante aos gelatos uma consistência mais cremosa.

Sì, abbiamo il gelato - Alessa

Pioneira em BH, a Alessa acumula há anos o título de melhor sorvete da cidade, fruto da paixão que têm pelo que fazem e, é claro, pela ausência – até então – de concorrentes à altura. Somos clientes fiéis da gelateria há algum tempo – recomendo o Chocolate Andrea, um dos melhores – mas há quem não considere seus sorvetes premium, de qualidade inegável, autênticos gelatos.

De outubro do ano passado pra cá, autênticas gelaterias surgiram em BH, quebrando a hegemonia da Alessa. São elas:

Goccia di Latte

Sì, abbiamo il gelato - Goccia di Latte

Aberta em Janeiro de 2015 pelos maestros italianos Maurizio Massarotto e o ultra simpático Adriano Bitti, a favorita Goccia di Latte tem cerca de 100 sabores no cardápio, dos quais apenas 24 se revezam diariamente na vitrine. O destaque fica por conta do excelente gelato de pistache feito com o fruto importado de Bronte, uma pequena cidade da região da Sicília, considerada a produtora do melhor pistacchio do mundo.
  • Endereço: Av. Álvares Cabral, 1039 - Lourdes

Lullo

Sì, abbiamo il gelato - Lullo

Apesar de não ter importado seu mestre sorveteiro da Itália, a Lullo é a primeira em BH a servir gelatos com avelã e pistache com certificado de procedência, o I.G.P.Indicazione Geografica Protetta. Sabores incomuns, como o gelato de mexerica com manjericão, figuram entre as quase 150 receitas da casa, que tem a pior relação custo-benefício pela extrema pão duragem dos donos e, consequentemente, atendentes.
  • Endereço: Rua Antônio de Albuquerque, 617 - Savassi

Mi Garba!

Sì, abbiamo il gelato - Mi Garba!

O italiano Luca Lenzi, movido pelo desejo de encontrar em BH um gelato à altura do produzido em seu país, abriu em outubro de 2014 a Mi Garba!. Além do maquinário, o empresário também trouxe da Itália o chef di gelato Daniele Turrisi, que conseguiu proeza de fazer a Fernanda gostar de um sorvete de chocolate, com o seu gelato de chocolate amargo com laranja.
  • Endereço: Rua Marília de Dirceu, 161 - Lourdes

- Ouvindo: Can - Vitamin C

Nenhum comentário: