2 de setembro de 2008

Micro Resenhas (especial Batman)

Coisas que andei lendo (ou relendo) ultimamente:


Batman: Ano Um
. Editora: Panini
. Roteiro: Frank Miller
. Arte: David Mazzucchelli
. Preço: R$ 19,90
Frank Miller e David Mazzucchelli revisitam / reformulam a origem de Batman nesta história sobre o primeiro ano de Bruce Wayne como o Homem-Morcego, e contam também a origem da Mulher-Gato. História bacana, repleta de elementos que inspiraram o filme Batman Begins. Clássico obrigatório na estante de qualquer colecionador.


Batman: O Longo Dia das Bruxas
. Editora: Panini
. Roteiro: Jeph Loeb
. Arte: Tim Sale
. Preço: R$ 95,00
Um serial killer que ataca apenas em feriados está à solta em Gotham, e suas vítimas principais são criminosos ligados ao mafioso Carmine Romano. Esta história, que é praticamente uma continuação de Batman: Ano Um, define a parceria entre Gordon e Batman e mostra também a transformação de Harvey Dent no Duas-Caras. Edição ultra luxuosa, que merecia maior cuidado na impressão, ainda mais pelo alto preço cobrado, que traz outro clássico que inspirou essa nova leva de filmes do Batman, principalmente Batman: O Cavaleiro das Trevas.


Batman: Asilo Arkham
. Editora: Panini
. Roteiro: Grant Morrison
. Arte: Dave McKean
. Preço: R$ 12,90
Os internos do Asilo Arkham, liderados pelo Coringa, rebelaram-se e tomaram o manicômio, fazendo vários funcionários como reféns. Para libertá-los, fazem uma última exigência: a presença de Batman, que passa a ser perseguido pelos seus maiores inimigos dentro do asilo. Em paralelo a esta história que mostra um Batman abalado de forma física e psicológica, tem-se a história da família Arkham e da loucura que a afetou de maneira direta ou indireta. História bacana de Grant Morrison e arte fantástica de Dave McKean, cuja edição só perde pelo fato de algumas falas do Coringa ficarem meio ilegíveis.


Grandes Astros Batman & Robin #9
. Editora: Panini
. Roteiro: Frank Miller
. Arte: Jim Lee
. Preço: R$ 3,90
Batman e Robin, pintados de amarelo, enfrentam um Lanterna Verde abobalhado dentro de um esconderijo também completamente pintado de amarelo. Em um determinado momento do embate, o iniciante Robin aplica um golpe fatal em Hal Jordan, obrigando o Batman a salvá-lo de seu destino fatal. Esse acontecimento deixa o Batman todo deprimidinho com o que fez ao garoto. Esta série, que prometia ser uma espécie de "Batman e Robin: Ano Um", é uma seqüência infindável de bizarrices como o já citado Lanterna Verde bobalhão, uma dominatrix nazista de topless, entre outras, que prova que nem tudo que vem do Frank Miller presta. Existe uma teoria de que esta série é uma crítica ao mercado dos quadrinhos mas, mesmo com este objetivo, ainda é uma série muito ruim.

2 comentários:

Adriano disse...

To interessado no Batman ano um.
Vc ta afim de vender?

Gustavo Coelho disse...

No momento não, Adriano. De repente você consegue encontrá-lo no Mercado de Pulgas do Guia dos Quadrinhos (http://guiadosquadrinhos.com/) ou no Estante Virtual (http://www.estantevirtual.com.br/).