28 de setembro de 2015

Mão na Massa - Pão Integral

Mão na Massa - Receita de Pão Integral

Quando criança, inspirado pelas aventuras de Huguinho, Zezinho e Luizinho, eu fui escoteiro. A experiência durou pouco mais de um ano, talvez, terminando logo após o bastante aguardado acampamento, que provou-se uma furada tão grande quanto qualquer outra que envolva viver como humanos primitivos.

Por algum motivo que desconheço agora, além de líder da patrulha eu acumulava a função de cozinheiro. Arroz, macarrão e sopa eram minhas especialidades, mas eu estava no espectro completamente oposto destes chefs mirins dos concursos de culinária na TV – vale lembrar: esse papo de cozinha gourmet não era brincadeira de criança nos anos 80. Ainda assim, segundo as minhas vítimas, meu tempero era melhor que o das cozinheiras da cantina do colégio...

Minhas experiências no fogão (ou na fogueira, para ser mais exato) acabaram quando voltamos de Rio Acima, pois minha vontade de cozinhar se devia apenas a uma questão de sobrevivência. Depois disso, o máximo que eu me permiti foi "assar" uma ou outra lasanha de micro-ondas, também pela questão de vencer a fome.

Acontece que de uns tempos pra cá eu cismei de colocar os pés na cozinha novamente, sem ser para lavar os pratos. Tenho ideia de testar – algum dia, quem sabe – receitas do meu irmão, mas começo devagar, com um dos alimentos mais antigos produzidos pelo homem: o pão.

21 de setembro de 2015

Index Librorum - The Martian (Andy Weir)


Em um futuro não tão distante, a humanidade envia seu terceiro grupo de astronautas a Marte. A missão ainda está no início, quando uma tempestade de areia atinge o sítio de exploração, colocando em risco o retorno da tripulação, que se vê obrigada a sair do planeta antes do planejado.

Em meio à operação de evacuação, um dos astronautas – o botânico e faz-tudo Mark Watney – acaba perfurado por uma antena quebrada como consequência da tempestade, e o pior: a força do vento o joga para longe dos seus colegas de equipe, que não têm outra opção a não ser deixá-lo para trás, visto que seus sinais vitais foram interrompidos.

Para sorte (ou não) de Mark Watney, ele sobrevive ao acidente. Sem ter como comunicar-se com a NASA, sua esperança é manter-se vivo até a próxima missão Ares, na qual pretende ser resgatado. Para isso, o astronauta precisa, entre outras coisas, cultivar alimentos no solo árido e infértil do planeta em que acabou preso.

17 de setembro de 2015

Descobrindo BH - Rock & Dog Dogueria

Descobrindo BH - Rock & Dog Dogueria

Bem antes da moda dos food trucks e dos carros de lanches que há alguns anos orbitam as portas das faculdades, comida de rua em Belo Horizonte era, principalmente, cachorro quente. Carrinhos de churrasco e acarajé, para citar outros, também existem desde o Pré-Cambriano, mas sempre estiveram mais restritos às tradicionais feirinhas semanais.

De forma semelhante ao que aconteceu com seu "primo" hambúrguer, o tradicional cachorro quente também ganhou um upgrade. Basicamente, isso significa trocar a salsicha tradicional por sua versão alemã ou holandesa e, no caso da Rock & Dog, acrescentar pepperoni, carne moída ou, como fazem os paulistas, purê de batata.

Aberto em 2013, o Rock & Dog é – até onde eu tenho conhecimento – o único estabelecimento de Belo Horizonte a tomar para si o rótulo de dogueria; o excelente Der Famous entitula-se uma casa de pão com linguiça, algo que na prática não representa diferença alguma, mas deixa pra lá...

14 de setembro de 2015

Mixtape #5


Músicas:
  1. The Pains of Being Pure at Heart - Come Saturday
  2. Sonic Avenues - In Your Head
  3. The Tamborines - Black & Blue
  4. The Fireworks - Runaround
  5. The Men - Different Days
  6. Westkust - Swirl
  7. Pity Sex - Wind-Up
  8. Bob Mould - The Descent
  9. Yuck - Middle Sea
  10. Nothing - Downward Years To Come
  11. Cheatahs - The Swan
  12. Eternal Summers - Gouge
  13. The Sea and Cake - On and On
  14. Dead Stars - Wasted
  15. Beach Fossils - Careless

Playlist disponível também no Spotify.

7 de setembro de 2015

Index Librorum - Juvenília (Carlos Aquino)

Index Librorum - Juvenília (Carlos Aquino)

"E a memória não passa de um trailer reverso de um filme que não terá mais reprises. Mesmo este exato instante se esgotará e um dia haverá mais trailers em minha cabeça do que histórias a filmar. E depois, o pó."

Fragmentos de memória. Passado e presente – presente? – intercalam-se; um livro dentro do livro.

Magia, Timothy Darkdream, Círculo Interno, Tarô, uma mandala perdida em um banheiro feminino. Número Dois. Verão do Amor, Classe de 92. Lim Iakeda, Melanie Bates, Francine, Judith. A imprevisível Lim Iakeda e seu sorriso enigmático... Um anúncio de acompanhante.

Neverland, Sandman, Sodoma.

Neva em Sodoma. Uma sombra espreita, o cão negro de Winston Churchill. "Será que existe uma data específica para o fim de uma esperança?" – pergunta o narrador.

"Fate
Up against your will
Through the thick and thin
He will wait until
You give yourself to him"