26 de setembro de 2008

Softwares de código-fonte aberto

Lista rápida e rasteira de alguns softwares de código-fonte aberto bacaninhas:

23 de setembro de 2008

Lamentável

Domingo estava assistindo ao "Domingo Espetacular" da Record quando me deparei com uma matéria, muito bem feita por sinal, que contava a história de duas pessoas que fizeram a diferença na vida de outras mas que infelizmente não tiveram um final feliz.

Estou falando de Tony e Fábio. Ambos relatos das famílias revelam duas pessoas com um coração enorme, solidárias, que se importavam com o próximo. Sei que pode parecer piegas falar nisso, mas o fato é que vemos menos atos de tamanha solidariedade, que me tocaram e queria dividir com vocês.

19 de setembro de 2008

Piada de Abrahams-Zucker

O que é uma Piada de Abrahams-Zucker? Descubra aqui.

15 de setembro de 2008

Ampliação de mercado

Não deixa de ser irônico o fato de um estúdio de tatuagens oferecer também o serviço de remoção de tatuagens a laser.

13 de setembro de 2008

Eu prometo

Hoje é um dia que marca um acontecimento muito importante na minha vida e, para isso, coloco um lindo texto de Martha Medeiros, intitulado "Promessas Matrimoniais". Ela escreveu este texto porque achava lindo o ritual do casamento mas não gostava do sermão que o padre dava e para isso escreveu uma sugestão de sermão que acredito conter elementos que se se forem cumpridos no dia-a-dia farão da vida à dois uma experiência maravilhosa.

"Promete não deixar a paixão fazer de você uma pessoa controladora, e sim respeitar a individualidade do seu amado, lembrando sempre que ele não pertence a você e que está ao seu lado por livre e espontânea vontade?

Promete saber ser amiga(o) e ser amante, sabendo exatamente quando devem entrar em cena uma e outra, sem que isso lhe transforme numa pessoa de dupla identidade ou numa pessoa menos romântica?

9 de setembro de 2008

Papo de doido

Enquanto isso, em um instant messenger por aí:

Cheech: A situação da solicitação é "Cadastramento incompleto".
Chong: Isso... Depois muda para "Liberada para processamento" ou alguma coisa parecida.
Cheech: Isto mesmo.
Chong: O que tem?
Cheech: Liberada para processamento.
Chong: Não estou entendendo nada. Papo de doido.
Cheech: A situação é "Liberada para processamento", sacou?
Chong: Não... Você liberou a solicitação e o status dela mudou para "Liberada para processamento", ou ela ficou pendente?
Cheech: Isto.
Chong: Ficou pendente?
Cheech: Pendente não...
Chong: Ah, tá... Então o sistema está correto?
Cheech: Sim.
Chong: Beleza. Papo de doido.
Cheech: Só.

6 de setembro de 2008

3 de setembro de 2008

Fábulas 1001 Noites


Todos gostamos de ganhar presente, saber que a pessoa pensou em você na hora de comprá-lo e procurou o que tivesse mais a ver com você.

É verdade que nem sempre a pessoa acerta (que diria uma pessoa muito querida da minha família mas que prefiro manter anônima) mas mesmo assim é bom demais.

Sexta eu ganhei uma HQ de presente que eu "devorei" no sábado. Simplesmente maravilhosa. Um presentão.

Trata-se de "Fábulas 1001 Noites". Escrita por Bill Willingham e ilustrada por uma série de pessoas muito talentosas.

"Fábulas" surgiu em 2003 na forma de uma revista mensal e este volume trata das aventuras de personagens que já conhecemos há tempos como a Branca De Neve, o Lobo Mal, os Três Porquinhos, O Príncipe Encantado e por aí vai. Só que os personagens não são apresentados da maneira que os conhecíamos. Aqui eles assumes papéis e características diferentes, e a gente aprende coisas como o que teria acontecido com o Lobo Mal para ele se transformar numa criatura temida.

2 de setembro de 2008

Micro Resenhas (especial Batman)

Coisas que andei lendo (ou relendo) ultimamente:


Batman: Ano Um
. Editora: Panini
. Roteiro: Frank Miller
. Arte: David Mazzucchelli
. Preço: R$ 19,90
Frank Miller e David Mazzucchelli revisitam / reformulam a origem de Batman nesta história sobre o primeiro ano de Bruce Wayne como o Homem-Morcego, e contam também a origem da Mulher-Gato. História bacana, repleta de elementos que inspiraram o filme Batman Begins. Clássico obrigatório na estante de qualquer colecionador.


Batman: O Longo Dia das Bruxas
. Editora: Panini
. Roteiro: Jeph Loeb
. Arte: Tim Sale
. Preço: R$ 95,00
Um serial killer que ataca apenas em feriados está à solta em Gotham, e suas vítimas principais são criminosos ligados ao mafioso Carmine Romano. Esta história, que é praticamente uma continuação de Batman: Ano Um, define a parceria entre Gordon e Batman e mostra também a transformação de Harvey Dent no Duas-Caras. Edição ultra luxuosa, que merecia maior cuidado na impressão, ainda mais pelo alto preço cobrado, que traz outro clássico que inspirou essa nova leva de filmes do Batman, principalmente Batman: O Cavaleiro das Trevas.


Batman: Asilo Arkham
. Editora: Panini
. Roteiro: Grant Morrison
. Arte: Dave McKean
. Preço: R$ 12,90
Os internos do Asilo Arkham, liderados pelo Coringa, rebelaram-se e tomaram o manicômio, fazendo vários funcionários como reféns. Para libertá-los, fazem uma última exigência: a presença de Batman, que passa a ser perseguido pelos seus maiores inimigos dentro do asilo. Em paralelo a esta história que mostra um Batman abalado de forma física e psicológica, tem-se a história da família Arkham e da loucura que a afetou de maneira direta ou indireta. História bacana de Grant Morrison e arte fantástica de Dave McKean, cuja edição só perde pelo fato de algumas falas do Coringa ficarem meio ilegíveis.


Grandes Astros Batman & Robin #9
. Editora: Panini
. Roteiro: Frank Miller
. Arte: Jim Lee
. Preço: R$ 3,90
Batman e Robin, pintados de amarelo, enfrentam um Lanterna Verde abobalhado dentro de um esconderijo também completamente pintado de amarelo. Em um determinado momento do embate, o iniciante Robin aplica um golpe fatal em Hal Jordan, obrigando o Batman a salvá-lo de seu destino fatal. Esse acontecimento deixa o Batman todo deprimidinho com o que fez ao garoto. Esta série, que prometia ser uma espécie de "Batman e Robin: Ano Um", é uma seqüência infindável de bizarrices como o já citado Lanterna Verde bobalhão, uma dominatrix nazista de topless, entre outras, que prova que nem tudo que vem do Frank Miller presta. Existe uma teoria de que esta série é uma crítica ao mercado dos quadrinhos mas, mesmo com este objetivo, ainda é uma série muito ruim.

1 de setembro de 2008

Momento Donnie Darko

- Na noite passada eu tive um sonho no qual encontrei um homem vestido com uma fantasia de vaca.
- Sério?
- Sério.
- E aí?
- Dei uma voadora no peito dele e o joguei no chão.
- Voadora?
- É. Um losango aberto invertido, tipo o Lindomar, o Sub-Zero brasileiro.
- Ainda bem que você não me chutou, enquanto dormia.
- Pois é.
- Mas afinal de contas: o homem vestido de vaca fez alguma coisa, para você dar uma voadora nele?
- Não.
- E você, do nada, fez isso com o coitado?
- Uai, vai que o puto me fala quando o mundo vai acabar...
- Eu gostaria de saber quando o mundo vai acabar.
- Pra quê? Por acaso você possui algum meio de sair do planeta?
- Não.
- E então?
- Bom, se você, pesado desse jeito, consegue dar uma voadora no peito de um homem vestido de vaca, eu consigo arrumar uma forma de sair do planeta antes dele acabar.
- Eu fiz isso num sonho.
- Tanto faz, Sub-Zero...