29 de agosto de 2016

Descobrindo BH - Está Chovendo Hambúrguer 6

A saga continua...

Bravus Blend Factory

Está Chovendo Hambúrguer - Bravus Blend Factory
Smoky Paradise

No coração do Lourdes, quase em frente à gelateria Mi Garba!, está instalado o Bravus. A hamburgueria foi inaugurada no final do ano passado, mas só ficamos sabendo da sua existência por conta do último Circuito Aproxima, que aconteceu entre os dias 17 de junho e 10 de julho.

O ingrediente principal desta última edição era carne de porco, e o Brutus, o hambúrguer criado para o evento, não tinha como ser menos mineiro: pão tradicional, blend de porco (pernil e barriga) de 170g, queijo minas padrão, vinagrete, couve crocante e ovo frito.

Apesar de termos ido no primeiro dia do festival gastronômico e do cozinheiro ter explicitado uma certa insegurança em preparar o sanduíche na ausência do chef, a Fernanda pediu o Brutus. Eu, por querer conhecer um dos sanduíches tradicionais da casa, acabei escolhendo o Smoky Paradise: pão tradicional, blend de carne de boi de 170g, cheddar, picles de cebola roxa, tomate assado, geleia de bacon e barbecue de mostarda.

Assim que os hambúrgueres chegaram, uma boa impressão com a apresentação, seguida imediatamente de um susto: o que a metade de um tomate está fazendo no meio do sanduíche? Impossível comer assim. Para piorar, ele estava recheado com a tal da geleia de bacon, que tinha gosto de... geleia! Dessas doces, que você passa no biscoito maria...

Está Chovendo Hambúrguer - Bravus Blend Factory
Brutus

Enquanto eu lutava para desmontar o meu sanduíche, a Fernanda era só elogios com o dela e, se arrependimento matasse, ninguém estaria aqui para esse relato...

Como de costume, eu acabei provando o hambúrguer da Fernanda e ele realmente estava muito bom. O sabor me lembrou o sanduba de pernil com vinagrete servido na lanchonete da faculdade, e o jeito foi planejar outra visita ao Bravus, antes do final do Circuito Aproxima, pois o danado do Brutus provavelmente não continuaria no cardápio uma vez findado o evento.

Não sei se é porque a primeira experiência não consegue ser superada pelas seguintes - algo que Freud e a Fernanda explicariam -, mas em nossa segunda visita à hamburgueria, no penútimo dia do Circuito Aproxima, o Brutus não estava tão bom; até mesmo a apresentação deixou a desejar, coisa com a qual eu não me preocupo muito.

Culpa das nossas expectativas, impulsionadas pela experiência daquela primeira mordida? Talvez, mas o resultado foi que saímos de lá meio frustrados, com a certeza de que, mesmo que o Brutus entre definitivamente para o cardápio, dificilmente voltaremos a prová-lo.


1 de agosto de 2016