23 de outubro de 2020

2d6World Solo: Screams of the Children

2d6World Solo: Screams of the Children

Para testar uma aventura pronta em modo solo, escolhi o cenário Screams of the Children do Cthulhu Dark, mas me rendi aos movimentos do 2d6World para resolver as ações da personagem; para emulação do mestre, em vez de apelar novamente para o Mythic, usei os oráculos do 2d10Solo.

Para incorporar elementos aleatórios na história, adotei inicialmente uma mecânica semelhante à do Miso RPG citada pelo Tarcísio Lucas nesse vídeo, de estabelecer duas opções: Opção A (elemento da história como no original) e Opção B (elemento da história em versão alternativa); rolando dois dados, um para cada opção, o de maior valor determinava a “verdade” da história. A partir da quinta cena, em vez de seguir com essa mecânica de duas opções, eu passei a utilizar o Teste de Distorção criado pelo camarada do canal RPG Tips, que é mais complexo, mas rendeu resultados interessantes.

Por fim, quando um movimento do 2d6World levava a perguntas para as quais não havia resposta no texto original, houve momentos em que eu segui com o que parecia mais lógico e, quando a inspiração faltava, usei uma mecânica que o Tiago Junges mostra nesse vídeo, de sortear frases em um livro de temática semelhante à da aventura.

Embora a história tenha seguido bem próxima da original, o emulador de mestre gerou situações bem interessantes e, no final, a experiência não poderia ter sido mais lovecraftiana. Se um dos três leitores desse blog tiver interesse de conferir o actual play transcrito, ele está aqui, mas vale um aviso: os spoilers do cenário correm soltos!

- Ouvindo: Josh Cohen - Man of War

Nenhum comentário: